Blog
Educação financeira: a importância de começar pela família

Educação financeira: a importância de começar pela família

Falar de dinheiro com a família é muito mais simples do que parece. Costuma-se criar um grande tabu quando o assunto chega à mesa, ou gera um incômodo “abrir as contas” em casa. Mas a verdade é que, quanto mais cedo e com mais naturalidade tratarmos os assuntos financeiros com a família e ensinarmos aos filhos pequenos sobre a importância das economias, mais tranquilo será o futuro.

Nas brincadeiras das crianças, é importante estimular aos poucos o ato de trabalhar com o dinheiro, e é possível fazer isso de forma lúdica e sutil. Fazer brincadeiras que envolvem mercadinhos, onde a criança deve utilizar “dinheiro” para adquirir coisas, ou até mesmo faze-la perceber o peso e valor das coisas ao fazer trocas.

Ao passar do tempo, as brincadeiras, jogos e diversões mudam, mas é importante manter sempre intrínseco o ensinamento. Com isso, ao chegar na idade de mexer de fato com dinheiro, o adolescente já terá maturidade suficiente para gerir as suas finanças.

É importante, sobretudo, fazer com que o assunto financeiro esteja presente no dia a dia e de forma leve. Muitas famílias fazem “reuniões extraordinárias” para conversar sobre dinheiro, quando na verdade, o ideal é tratar o tema de forma leve, o mais natural possível.

Criar uma poupança para a sua família ou seus filhos é essencial, mas mais que isso, é imprescindível explicar e fazê-los entender a importância e o impacto dessa reserva financeira. Nessas horas, o diálogo é o melhor aliado.

Se você quer começar a poupar, assegurando o futuro financeiro dos seus filhos, conte com a Santinvest! Temos diversas opções para você e sua família. Entre em contato!