Blog
Entenda como a inflação está presente na sua vida      

Entenda como a inflação está presente na sua vida      

A inflação oficial do país, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechou 2016 em 6,29%. O número ficou abaixo do teto da meta fixada pelo Banco Central, de 6,5%. Mas o que isso tem a ver com a sua vida? Qual é a influência desse número na prática?

O IPCA é a inflação oficial do Brasil. Esse indicador mede o valor de todos os produtos que compõem a cesta de consumo do brasileiro.

Mas ao contrário do que muita gente pensa, a inflação não é apenas um aumento dos preços dos produtos e serviços. Estes fatores são, na verdade, consequências da variação da inflação, segundo especialistas.

Para medir essa variação da inflação, entra de tudo na conta: gasolina, lazer, transporte, taxas, alimentação, escola e outros itens. Para chegar ao resultado final, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divide os produtos em grupos e cada um deles tem peso diferente, de acordo com o que o brasileiro consome mais.

Por isso, o aumento dos preços pode ser causado também por um problema em algum setor específico da economia, por exemplo, e não estar necessariamente vinculado à inflação. Seca, pragas e excesso de chuvas podem causar a alta dos preços de determinados produtos. Além disso, o excesso de procura por bens e serviços também faz com que os valores aumentem.

O que podemos fazer para driblá-la?

1. Quando for às compras, dê preferência a frutas, verduras e legumes da estação – eles são mais baratos.

  1. Reaproveite alimentos e evite os desperdícios ao máximo. No Brasil, 10 milhões de toneladas de alimentos são jogadas no lixo anualmente.
  2. Limite os gastos com tudo aquilo que não for de primeira necessidade. Entram nessa lista artigos de vestuário, decoração, aparelhos eletrônicos, carros, dentre outros. É melhor aguardar até que os preços caiam novamente para adquiri-los.
  3. Mesmo que você dê preferência aos produtos de uma determinada marca, agora é hora de testar outras empresas que ofereçam valores mais em conta por itens similares.
  4. Renegocie o valor e as condições de pagamento de suas dívidas através de uma linha de crédito com juros mais baixos.

Manter a saúde financeira é a principal dica para que a inflação não seja uma vilã na sua vida, por isso nós temos dicas para que você faça um planejamento financeiro e possa contar com nossos serviços.