Blog
Glossário Financeiro – Parte III

Glossário Financeiro – Parte III

Em nosso post anterior (parte II do glossário),​ listamos e explicamos​ alguns termos ​importantes ​do universo das finanças e investimentos.​

Nesta ​terceira​ parte do Glossário Financeiro, vamos apresentar algumas siglas e termos que denominam atividades ou instituições do mercado financeiro.​

Vamos a eles:

​ABBC (Associação Brasileira de Bancos): Associação sem fins lucrativos que congrega cerca de 80 bancos brasileiros e tem como missão contribuir para o desenvolvimento economico sustentado do País e para o fortalecimento do Sistema Financeiro, representando seus associados, agindo no sentido da defesa da livre iniciativa, da ampla concorrência, preservando a liberdade de escolha do consumidor e seus direitos e colaborando para o bem-estar da sociedade.

B​ack Office​: Área de processamento e contabilidade que apoia e controla as operações realizadas pelas instituições financeiras.

Banco Central do Brasil: Autoridade monetária do País, é responsável pela execução da política financeira do governo, tendo começado a funcionar em 1965. Algumas de suas principais atribuições legais são: emitir papel-moeda e moeda metálica; exercer o controle do crédito sob todas as suas formas;efetuar o controle dos capitais estrangeiros, entre outras.

BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social): Empresa pública federal vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, que tem como objetivo financiar a longo prazo os empreendimentos que contribuam para o desenvolvimento do país. Objetiva o fortalecimento da estrutura de capital das empresas privadas e desenvolvimento do mercado de capitais, a comercialização de máquinas e equipamentos e o financiamento à exportação. Apoia os investimentos sociais direcionados para educação, saúde, agricultura familiar, saneamento básico e ambiental e transporte coletivo de massa.

Cadastro positivo: criação de um banco de dados cadastrais de clientes bons pagadores em operações de crédito com instituições financeiras. Busca reduzir os juros bancários em operações de crédito, reduzindo a possibilidade de calote. Teoricamente, o cadastro positivo resulta no aumento da capacidade real de crédito por parte dos consumidores.

CETIP: É uma companhia de capital aberto que oferece serviços de registro, central depositária, negociação e liquidação de ativos e títulos. Por meio de soluções de tecnologia e infraestrutura, proporciona liquidez, segurança e transparência para as operações financeiras, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do mercado e da sociedade brasileira.

COPOM (Comitê de Política Monetária do Banco Central): comitê encarregado de formular a política monetária do país. Estabelece diretrizes de política monetária e define a meta da taxa de juros primária (Selic) que remunera os títulos da dívida pública federal. O COPOM é composto por oito diretores do Banco Central e é presidido pelo presidente do Banco Central.

FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos): Entidade de classe que opera em âmbito nacional, com o objetivo de representar os bancos e contribuir para o aperfeiçoamento de suas atividades. É integrada pelas associações de bancos da Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo.

FGC (Fundo Garantidor de Crédito): associação civil sem fins lucrativos, com personalidade jurídica de direito privado, que estabelece o sistema de garantia de depósitos bancários no Brasil. O FGC tem por objetivos prestar garantia de créditos contra as instituições dele associadas, nas hipóteses de decretação da intervenção, liquidação extrajudicial ou falência da associada, ou reconhecimento, pelo Banco Central do Brasil, do estado de insolvência da associada. Tem como missão a contribuição para proteger o pequeno poupador, promover a estabilidade do Sistema Financeiro Nacional e evitar crise bancária sistêmica.

Continue acompanhando nosso blog para saber mais sobre variados assuntos financeiros e de investimentos! Caso tenha qualquer dúvida, não hesite em entrar em contato com os especialistas da Santinvest.