Blog
Você sabe onde e como investir o seu dinheiro?

Você sabe onde e como investir o seu dinheiro?

Um dos primeiros passos para começar a investir o seu dinheiro é organizar os seus gastos e entender sobre investimentos a curto, médio e longo prazo. Assim, você define as suas metas e as adequa ao seu perfil.

Como você quer usar o seu dinheiro?

É evidente que antes de começar um investimento você deve poupar, e guardar dinheiro. Monte uma tabela com todos os seus gastos fixos e despesas mensais, levando em consideração também gastos variáveis e despesas adicionais. Atente para todos os custos, porque por menores que alguns pareçam, eles escondem despesas a longo prazo.

Faça pesquisas profundas antes de qualquer compra, e escolha. Ligue para a sua operadora de celular, internet, faça pesquisas profundas antes de qualquer compra, e ajuste seu plano ao que realmente precisa. É a partir destas atitudes que começamos a controlar nosso dinheiro.

Compreenda que tudo pode interferir no seu objetivo financeiro, a sua idade, posição e situação financeira. Por exemplo, o milionário não enxerga problemas em aplicar R$200 mil num investimento imobiliário especulativo, mas um casal que está poupando para adquirir a sua casa própria não poderá arriscar perder o dinheiro em um empreendimento especulativo.

Por exemplo, se você sempre manteve o seu dinheiro na poupança e quer investir com segurança e baixo risco, uma opção viável é o Tesouro Direto, que é um programa de negociação de títulos públicos para pessoas físicas por meio da internet. Os riscos tendem a ser muito baixos, já que o governo federal é o emissor, já que a rentabilidade também é baixa.

Metas para o investimento

Em quanto tempo planejo alcançar o meu objetivo? Tenha isto em mente antes de escolher a opção que se enquadra no seu perfil.

Investimento a curto prazo:  

Este tem uma grande vantagem: você pode resgatar o dinheiro investido e os rendimentos em um curto período, sem se prejudicar, ou seja, a liquidez diária. Mas, isto tem um preço. Os investimentos de renda fixa estão sujeitos ao Imposto sobre Operações Financeiras e ao Imposto de Renda, ambos regressivos. O retorno do investimento de curto prazo pode ser obtido em até dois anos, assim como o seu resgate.

Investimento a médio prazo:

Neste o retorno será obtido entre dois a cinco anos, assim como o seu resgate. É ideal para investidores que tem como objetivo fazer viagens, comprar carro ou casa própria.

Os aportes devem ser realizados de maneira correta, analisando a rentabilidade e a liquidez do investimento, para assim não comprometer a sua organização financeira e ter mais assertividade ao atingir os seus objetivos financeiros.

Investimento a longo prazo:

Este é para você que não tem pressa em desfrutar o seu investimento, ou quer completar a renda futura.

Avalie as taxas cobradas por cada instituição e a forma como você pretende resgatar o investimento. Quanto mais cedo você iniciar, menos você paga mensalmente. Tudo depende do que você está planejando para o futuro.  

Qual é o seu perfil de investidor? Decidiu como vai começar a investir? Antes de iniciar, lembre-se: antes de ser um investidor, você precisa ser um poupador!